Tributos

Falecimento do jornalista Nildo Carlos de Oliveira

De: Paulo Helene <paulo.helene@concretophd.com.br>
Data: 27 de janeiro de 2017 14:50
Assunto: Falecimento do jornalista Nildo Carlos de Oliveira
Para: Diretoria2016 <Diretoria2016@ibracon.org.br>, Conselho2016 <Conselho2016@ibracon.org.br>, Arlene Regnier de Lima Ferreira <arlene@ibracon.org.br>, Fabio <fabio@ibracon.org.br>, Iria – Abcic <iria@abcic.org.br>

Nildo foi sempre um batalhador a engenharia civil de qualidade e muitas vezes teve de equilibrar-se com maestria e diplomacia entre os diferentes interesses do setor.
Consciente do papel social da engenharia civil sempre apoiou e valorizou as atividades do IBRACON tendo inclusive comparecido a nossos Congressos.
O amigo Alvaro Santos redigiu linda mensagem que eu sincera e emocionadamente endosso e copio abaixo.
Que seu exemplo de humildade e diplomacia inteligente siga nos lapidando na vida pessoal e profissional.
Meu grande respeito e saudade.

Prof. Paulo Helene
Diretor

tel.:  55-11-9-5045-5562  ou  tel.: 11-2501-4822
Rua Visconde de Ouro Preto 201 São Paulo  SP 01303-060
paulo.helene@concretophd.com.br
www.concretophd.com.br   &   www.phd.eng.br

———- Mensagem encaminhada ———-
De: Alvaro <santosalvaro@uol.com.br>
Data: 27 de janeiro de 2017 10:33
Assunto: Falecimento do jornalista Nildo Carlos de Oliveira
Para: Alvaro <santosalvaro@uol.com.br>

Adam Neville Deceased

From: Paulo.Helene <paulo.helene@concretophd.com.br>
Date: 2016-10-20 10:09 GMT-02:00
Subject: Re: Adam Neville Deceased
To: Mary Neville <mhneville@hotmail.com>

Dear Mary Neville

Adam was and will be forever the greatest Engineer, Educator, Professor, Writer in Concrete Technology I have had the opportunity to known in my life (67 years old, and 50 years in concrete).
Here in Brazil he contributes a lot for our civil engineering  development and his fabulous books are actual, respected and well known.
Also I had the opportunity to see how much you are present, life mate, fellow and very nice spouse to confirm that behind a great man always have an important great woman.
I hope you can understand the laws of the life and overcome this moment.
Kisses and hugs
Sincerely yours
Paulo Helene

Prof. Paulo Helene
Diretor
tel.: 551178814016
ID 86*21024 ou tel.: 1125014822
Rua Visconde de Ouro Preto 201 São Paulo SP 01303060
paulo.helene@concretophd.com.br
www.concretophd.com.br & www.phd.eng.br

2016-10-12 14:11 GMT-03:00 Mary Neville <mhneville@hotmail.com>: 

Algumas palavras – Eng. Maurício Gertsenchtein

Prezados Colegas,

No dia 23/4/2013 a humanidade perdeu um grande homem. Faleceu o colega Maurício Gertsenchtein um dia após ter completado 77 anos. O Maurício foi um dos fundadores da Maubertec Engenharia de Projetos ainda na década de 60. Brilhante profissional da engenharia estrutural, professor universitário, empresário de sucesso, o Maurício não tinha apego a títulos ou quaisquer outros elogios. Também recusava qualquer homenagem.

Por isso trato-o, simplesmente, por Maurício. Fui aluno do Maurício quando cursava o quarto ano do curso de engenharia civil na EPUSP (modalidade hidráulica). Neste mesmo ano, por razões ainda desconhecidas, e agora ainda mais inexplicáveis, fui convidado por ele para fazer estágio na empresa Maubertec.

Meu primeiro trabalho foi o de calcular os valores dos famosos coeficientes K2, K3 e K6 para a montagem de tabelas para dimensionamento de armaduras em seções de concreto armado submetidas a flexão simples. Com base nestes valores o Maurício publicou, na década de 70, um livro com tabelas dos K, alcançando grande sucesso, em conjunto com o Prof. Dr. John Ulic Burke Jr.

Tributo Dr Ney Luna Cunha

Edson <edson.paglia@gmail.com> 29 de dezembro de 2012 19:26
Responder a: calculistasba@yahoogrupos.com.br
Para: “calculistasba@yahoogrupos.com.br” <calculistasba@yahoogrupos.com.br>
Caro Paulo,
Dr. Ney tinha muito apreço a sua pessoa, é bom saber que o sentimento era mutuo,
Abraços Edson Pagliarini.

Enviado via iPad

Em 28/12/2012, às 21:59, “Paulo.Helene” <paulo.helene@concretophd.com.br> escreveu:

Estimado Edson

Parece que o mundo não acabou em 2012 mas a arquitetura e a engenharia brasileira perderam neste ano valorosos ícones e seres humanos fantásticos.
Além do incrível Oscar eu estou sentindo muito a perda do querido Zamarion e agora do Ney Luna Cunha.
Tive o privilégio de admirar e conviver com esses dois amigos, engenheiros, professores, profissionais e cidadãos incríveis.
Me agrada ter tido a oportunidade de ter homenageado aos dois em vida, graças à iniciativa da Regional do IBRACON da Bahia (Minos Trócoli), no caso do saudoso Ney.
Esses brasileiros de valor mereceram e merecem meu eterno respeito e reconhecimento.
A engenharia Baiana e brasileira perde mais um grande exemplo de competência e humildade.
Cuidemos de seguir seu belo exemplo de vida.
Abraços natalinos

Prof. Paulo Helene
Diretor
tel.: 551178814016
ID 86*21024 ou tel.: 1125014822
Rua Visconde de Ouro Preto 201 São Paulo SP 01303060
paulo.helene@concretophd.com.br
www.concretophd.com.br & www.phd.eng.br
copatEm 27 de dezembro de 2012 12:36, Edson <edson.paglia@gmail.com> escreveu:

Pequeno Tributo a Oscar Niemeyer (dez/12)

niemeyerEn el último día 5 de diciembre de 2012, los brasileños, diría con modestia, los terráqueos de este planeta azul, han perdido un magnífico y creativo arquitecto, el pequeño gran hombre Oscar Niemeyer.

Oscar como le gustaba ser llamado, murió a los 104 años en un lecho de hospital, bien asistido y lúcido, teniendo en su alrededor las personas más queridas. Una vida gloriosa y una muerte con mucha dignidad. Ha trabajado todos los días de su vejez y soñaba salir del hospital para cuidar de sus proyectos que decía él, estaban atrasados.

Arquitecto, ingeniero civil, artista plástico, humanista, comunista, ha diseñado obras para diversos pueblos del mundo. Sus magníficos proyectos han tenido la capacidad de atraer a cualquiera por la magia que lograba realizar transformando él concreto, un material duro, bruto y resistente en obras ligeras, simbólicas y atractivas que parecían flotar en el aire. Ha proyectado y construido con la Maestría de los Dioses, obras emblemáticas y marcos contemporáneos de nuestra civilización.

Ha contribuido sobremanera para forjar la sociedad brasileña, con un toque de rebeldía y innovación, necesarios a una democracia y un desarrollo social más justo. Ha dejado un bellísimo ejemplo personal de dedicación y compromiso con el trabajo, de pasión por la perfección, de coherencia existencial.

Pesame por Oscar Niemeyer

Eduardo Chollett <eduardochollett@gmail.com> 7 de dezembro de 2012 10:48
Para: paulo.helene@concretophd.com.br

Pablo, buenos días. Te escribo estas notas al conocer de la muerte de Oscar Niemeyer, no  solamente  por
respetarlo y admirarlo en su genialidad de Arquitecto y su audacia al retar continuamente la ingeniería estructural, sino por su integridad humana, hombre que fue coherente con su manera de pensar y accionar (comunista en la época donde se era perseguido por serlo) , por su capacidad de trabajo y transformadora, pocos en el siglo pasado y en el actual lo han logrado, sobre todo en una sociedad mediatizada y devedetismo.
MI esposa (arquitecto) y yo, lloramos esta perdida como ustedes los Brasileños, quienes deben estar
orgullosos como país el haber tenido un Oscar Niemeyer para la humanidad.
Un abrazo.

MARIA YSABEL DIKDAN JAUA <mydikdan@ucla.edu.ve> 7 de dezembro de 2012 12:50
Para: ALCONPAT INTERNACIONAL <secretariaejecutiva.alconpat@gmail.com>

Querido Paulo y Amigos todos

Ciertamente el mundo se ha maravillado por las obras de este extraordinario profesional que le ha regalado tanta belleza a los hombres con su trabajo apasionado, ininterrrumpido y lleno de humanismo.
Orgullo para los Brasileños y los Latinoamericanos, Hombre que deja un legado especial para el mundo en general.
Que Dios le tenga a su lado como reconocimiento por la labor en la tierra.

ABECE a Oscar Niemeyer

aece
“Cada um vem, conta sua história e vai embora.”
Oscar Niemeyer

Niemeyer talvez tenha sido o não engenheiro (arquiteto) que mais influenciou, fomentou, valorizou e impulsionou o desenvolvimento de nossa área de Projeto Estrutural. Com centenas de obras de arte projetadas, tirou o sono de uma legião de “Calculistas” que tiveram que superar e se reinventar para, com soluções as mais inovadoras e arrojadas possíveis, tornar cada um desses sonhos em realidade.
Por esse e muitos outros motivos, Oscar Niemeyer foi agraciado, em 2007, na gestão do nosso visionário e saudoso Braguim, com o título de Personalidade da Engenharia Estrutural em homenagem ao seu centenário.
Título esse que eu tive o imenso privilégio de assinar e furtivamente, antes da entrega, como um fã que não mede consequências, escanear, emoldurar, e transformar num quadro!

jfh

Entrevista gravada com Oscar Niemeyer em 2007 e projetada no 10º ENECE – Encontro Nacional de Engenharia e Consultoria Estrutural

O vídeo da entrevista gravada com ele na presença dos engenheiros Bruno Contarini, Justino Vieira e José Roberto Braguim ficou‐nos como um presente:

 (http://www.abece.com.br/web/abece_tv/index_niemeyer.htm).

Hoje, nossa classe está num patamar muito superior a como estava há um século, escada essa que teve muitos de seus degraus construídos pessoalmente por esse gênio da arquitetura brasileira.

Zamarion

De: Paulo Helene .PhD Engenharia
Data: domingo, 25 de novembro de 2012 08:39
Assunto: Re: [calculistas] Comunicado de Falecimento Prof. Dr. José Zamarion Ferreira Diniz

Estimados Eduardo Millen y Guilherme Covas

Gaspar

De: Paulo Helene [paulo.helene@concretophd.com.br]
Enviado em: quinta-feira, 30 de junho de 2011 18:40
Para: ‘SÌlvia Maria de Souza Selmo’; ‘adriano@3deng.com.br’
Cc: ‘Vahan Agopyan’
Assunto: Prof. Gaspar

Estimado Adriano
Recebi consternado o passamento de nosso grande amigo Gaspar.
Aprendi a conhecê-lo ao longo de nossa vida comum e cada dia mais o apreciei:
sincero, sensível, humano, competente, sonhador, realizador, companheiro, um ombro amigo de todos os momentos.
Coincidentemente não estive em São Paulo desde quarta-feira dia 15 (Recife –> São Luis –> México), e retorno neste fim de semana.
Infelizmente não consegui acompanhá-lo neste momento, fisicamente, mas estarei com vocês na missa de 40 dias. Por favor me comunique.
Tenho muitas recordações maravilhosas do Gaspar e sempre relembro de momentos difíceis nos quais ele sempre tinha a palavra certa, a postura imparcial, moral e intelectual correta.
Você e seu irmão podem se orgulhar desse Paizão querido.
Minhas condolências também a sua mãe Wanda.

Abraços de
Prof. Paulo Helene
Diretor
tel.: 55-11-7881-4016 ID 86*21024 ou tel.: 11-2501-4822
Rua Visconde de Ouro Preto 201 S„o Paulo SP 01303-060
paulo.helene@concretophd.com.br
www.concretophd

Lembranças de meu Pai

Queridos
Dani e Mari, meus filhos
Piti e Didi, minhas sobrinhas

Braguim

Tributo ao
Eng. José Roberto Braguim

Caro amigo Braguim
Você nos deixou muito precocemente. Estou consternado!
Tive a sorte de estar muito próximo do Engenheiro e grande amigo Braguim e por várias vezes ter a felicidade de compartilhar parcerias. Fomos companheiros de IPT, de Escola Politécnica, de Diretoria do IBRACON, de comissões da ABNT e de ABECE.
Seu espírito ético, sua honestidade, seus princípios pessoais, sua competência e dedicação sempre se destacaram e me fizeram a cada dia apreciar mais aquele profissional sonhador e conversador.
A par de outras tantas, essas eram suas qualidades imbatíveis –> duas grandes e maravilhosas características do Braguim: Diplomacia e Sonho.
Tudo deve e tem de ser bem negociado, bem conversado, temos de achar o caminho certo mas com conversa. Sabia muito bem onde devia chegar, mas nunca rejeitou uma boa e construtiva discussão.
Também sonhar com um país melhor, uma engenharia consciente e sem nunca esquecer seu lado social e seu compromisso com a qualidade de vida, com a justiça, assim era ele.
Perseverante não deixava de confiar em dias melhores.
Lamento profundamente perder precocemente esse querido amigo, esse ” verdadeiro Ulysses Guimarães” da nossa valorosa Engenharia civil.
Já está fazendo falta!

Saudades…
Paulo Helene

ENGENHEIRO DO ANO

Estimado Mario Franco:

Infelizmente não pude estar presente à cerimônia de outorga a você do prêmio “Engenheiro do Ano” pelo Instituto de Engenharia de SP.
Queria dar-le um grande abraço, pessoalmente, fisicamente, mas estava de anfitrião com um professor estrangeiro que veio para uma banca de doutorado de um ex-aluno meu e apesar de convidá-lo a ir ao IE ele preferiu conhecer SP by night, estava cansado e não tive saída se não acompanhá-lo a jantar e dar uma volta pela cidade de carro.
A premiação do IE, eu reputo como a MAIS IMPORTANTE do BRASIL na nossa área e FOI ABSOLUTAMENTE JUSTA, premiando um dos mais importantes engenheiros do país, que também é um grande homem, humano, afável, bom professor, desprendido no saber e amigo.
Receba meus cumprimentos, minha admiração, meu reconhecimento e meu respeito pelo profissional que eres e pelo exemplo que dás.

Abraço de
Paulo Helene

TRIBUTO A DOIS GRANDES SERES HUMANOS

Dois grandes engenheiros nos deixaram neste mês de abril. Dois amigos e principalmente dois grandes líderes.
No domingo 14/04, o Prof. Décio Leal de Zagottis. Na terça-feira 16/04 o Eng. Luiz Alfredo Falcão Bauer. Que grande e precoce perda.
O legado que vocês nos deixam é muito, é muitas vezes maior que a dor da ausência da presença física de vocês. Vocês não nos deixaram. Vocês estão aqui em muitos dos nossos atos, das nossas atividades e dos nossos valores.
Vocês amaram sua profissão, enobreceram a engenharia nacional, deixaram plantado em cada um de nós a certeza de que um engenheiro pode ser muito mais que um técnico de alto nível.
Um técnico usa a ciência e o seu conhecimento tecnológico apenas para resolver problemas.
Vocês resolveram problemas sempre com competência e sabedoria, mas também foram bem além disso e “fizeram muita escola”neste Brasil.
O Prof. Décio deixou sua “escola” principalmente na área de projeto, pesquisa e ensino da engenharia através de seus inúmeros artigos e cargos de direção, mas principalmente entre aqueles que tiveram, como eu, a felicidade de ser seu aluno. Que pontualidade, que precisão de idéias, que clareza de conceitos, que qualidade de aulas. Ao ouví-lo não havia dúvida que o ensino da engenharia é a mais nobre das profissões que um ser humano pode almejar.
O Eng. Bauer, deixou impressa sua marca na incansável valorização da tecnologia e da empresa nacional, na invejável capacidade empreendedora e na enorme capacidade de comunicação. Que satisfação causava em cada um de nós suas palestras inteligentemente ilustradas, suas precisas, espirituosas e oportunas observações. Não poderia haver uma Semana de Engenharia neste país sem uma palestra do Prof. Bauer.
Pois é, vocês não morreram e suas “escolas” vão continuar frutificando sempre entre nós.
Cada qual a seu modo, com um enfoque acadêmico ou empresarial, deixou seu exemplo e contribuição para a evolução da academia e da indústria brasileira.
Saudades de um grande Engenheiro e de um grande Professor que escreveram com letras maiúsculas suas passagens neste mundo.

RECONHECIMENTO A UM LíDER

Você está morto, meu prezado Ayrton Senna, mas seu exemplo e suas lições estão
vivas e vão marcar por muito tempo a nossa gente.
A admiração por você era tão grande que ninguém ousou jamais pensar que você
poderia um dia morrer e nos deixar sem as alegrias de tantas manhãs de domingo.
Nós esquecíamos que você é tão mortal quanto qualquer um de nós. Não
esqueceremos, no entanto, seu exemplo.
Obrigado por projetar tão alto o profissionalismo de que um brasileiro é capaz.
Obrigado por resgatar o nosso respeito por essa bandeira brasileira tão linda e por
vezes tão desmerecida.
Obrigado por manter a esperança que somos capazes de superar os melhores de
qualquer outra nação do mundo.
Obrigado por mostrar quanto é bonito gostar daquilo que se faz.
Obrigado por reconhecer seus limites sem nunca se conformar com eles.
Você nunca deixou de lutar para vencer. Você sempre buscou o conhecimento da
máquina, de si mesmo e dos outros para alcançar seus objetivos.
Você soube falar à sua gente. Minha mãe de 81 anos lhe admira tanto quanto meus
filhos adolescentes e eu. E não é porque você não tivesse defeitos, ao contrário é
porque sempre demonstrou intenção de superá-los, de ser ainda melhor.
Este pobre País não podia ter exemplo maior de seriedade e competência. Os
jovens destes tempos não podiam ter um ídolo maior. Sensível, determinado,
confiante, persistente e vencedor. Você dirigia os carros mais velozes do mundo e
com seu caráter conduzia uma nação inteira para o reconhecimento de que o
trabalho honesto, a fé em Deus, o amor à vida sadia e a dedicação ao que se faz,
ainda compensa.
Você sempre foi o orgulho de seu povo. Como pai e admirador quero publicamente
manifestar meu reconhecimento e agradecimento pela sua contribuição ao
engrandecimento do perfil do povo brasileiro.
Você morreu meu caro amigo mas seu exemplo vai ficar entre nós por muito tempo.
A sua máxima de “FAZER SEMPRE O SEU MELHOR” será nossa luz, estrela e
guia por muitos anos.
Descanse em Paz que você merece.
Paulo Helene
02 de maio de 1994
Chefe do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica da Universidade
de São Paulo